Blog >

Real Digital : saiba tudo sobre a moeda digital DREX

real-digital-drex

Se você já ouviu falar sobre Real Digital ou DREX, mas ainda está se perguntando como esse formato de moeda opera, fique atento, pois em breve teremos um novo meio de pagamento disponível em nossos bancos. 

Estamos nos referindo ao Real Digital brasileiro, que se configura como a próxima grande tendência para o 2024. Isso porque, de acordo com o Banco Central, a moeda digital está com a implementação prevista para o fim deste ano.

Na Avivatec, mantemos constante vigilância sobre as notícias mais relevantes no cenário tecnológico, tanto no Brasil quanto no mundo. 

Se você está curioso para saber mais sobre o Real Digital, continue lendo este conteúdo e explore as expectativas relacionadas à DREX. Fique por dentro das informações mais recentes e antecipe-se às inovações que estão moldando o futuro do sistema financeiro e tecnológico.

O que é uma moeda digital e como vai funcionar o Real Digital?

Uma moeda digital é um modelo de dinheiro eletrônico que pode ser guardado ou utilizado para realizar transações por meio de blockchain. A promessa para 2024 é o DREX, moeda digital brasileira, com data estimada para lançamento ainda este ano. 

Entenda o Real Digital 

De acordo com o Banco Central, o DREX veio para possibilitar que diversos tipos de transações possam ser realizadas de maneira segura e com ativos digitais e contratos inteligentes. Tais serviços serão liquidados pelos bancos, dentro da Plataforma DREX do Banco Central. 

As operações não serão gratuitas, porém, ainda não se sabe quais serão os valores e como as cobranças serão feitas. Para que os usuários possam desfrutar de tudo que o Real Digital  propõe, será necessário um banco ou qualquer intermediário financeiro que seja autorizado. 

real-digital-drex

Diferença entre Real Digital e PIX

Afinal de contas, se já existe o PIX, por que utilizar o DREX? Com a leitura do tópico anterior, já é possível ter uma base em relação a diferença entre o PIX e o Real Digital , porém, vamos nos aprofundar mais. 

O PIX é um método de pagamento que consiste na realização de transações instantâneas, havendo também, a possibilidade de agendar um pagamento ou parcelar compras, como permitem alguns bancos. 

O Real Digital irá possibilitar a compra de imóveis, títulos públicos, veículos, e outros itens de grande valor, diferente do PIX, que possui certos limites. 

O DREX vai muito além das transações, afinal, será a moeda nacional, porém, no formato digital. Sua função é facilitar operações, principalmente os contratos inteligentes (smart contracts). Na compra de um imóvel, por exemplo, será garantido que a transferência do bem ocorrerá no mesmo instante em que o dinheiro for depositado. 

Com isso, sempre que houver necessidade de um cidadão realizar uma operação de maior valor, a moeda digital será usada. 

Diferença entre a DREX e criptomoedas

Devido à semelhança, afinal, ambos são moedas digitais, algumas pessoas pensam ser o mesmo, porém, as propostas e a maneira de utilizar possuem certas diferenças.

Enquanto as criptomoedas contam com criptografia para assegurar as transações e são descentralizadas, desenvolvidas por blockchain, o DREX é originado pelo Banco Central, não sendo uma moeda descentralizada. Dessa forma, o Real Digital não pode ser considerado uma criptomoeda. 

Vantagens do Real Digital 

Alguns especialistas afirmam que o Real Digital  não veio especificamente, com objetivo de solucionar problemas de pagamento, mas sim dar vida a uma nova base para a tokenização de ativos. O diretor ainda vê como um dos principais benefícios, a normalização e o aumento da liquidez do mercado. 

O Real Digital  poderá ser transferido sem qualquer tipo de contratempo ou burocracia, diferente de certas normas necessárias quando um usuário viaja para o exterior. Além disso, as transações serão confirmadas rapidamente, em questão de segundos. Com o DREX não será necessário nenhum intermediário, por exemplo, máquina de cartão.

Confira abaixo as demais vantagens em utilizar o Real Digital: 

  • Praticidade na tributação;
  • Estímulo à concorrência e inovação;
  • Praticidade no rastreamento de dinheiro;
  • Mesma cotação comparada às demais moedas;
  • Menos emissão de notas;
  • Mais privacidade em relação aos dados pessoais;
  • Mais segurança jurídica;
  • Rapidez em transações internacionais e nacionais;
  • Diminuição de crimes que envolvam dinheiro, por exemplo, lavagem de dinheiro;
  • Possibilidade de uso para compras em varejo;
  • Possibilidade de uso em qualquer lugar do mundo, inibindo a necessidade de converter o dinheiro.

real-digital-drex

Segurança e Real Digital DREX

A principal preocupação é em relação a segurança com as transações. Será que os usuários poderão desfrutar de um meio de pagamento seguro ou sofrerão com as mesmas inseguranças de quem utiliza criptomoedas?

Por ser um meio de pagamento assegurado pelo governo, o DREX é uma opção segura para realizar qualquer transação. Não sabemos ao certo como vai funcionar, porém, por ser considerado parente do PIX, atente-se aos dados sempre que for realizar um pagamento. 

As ameaças cibernéticas estão ocorrendo,mas o DREX contará com sistemas de segurança cibernética e esse é mais um motivo para utilizar a moeda digital com tranquilidade. 

Quer saber mais sobre as tendências tecnológicas e novidades no mundo digital? Acesse o blog da Avivatec e fique por dentro!